topo.php
Janeiro de 2019 - Nº 22    ISSN 1982-7733
ferias05.php
Aqui você é o repórter
Dicas para escrever
Carta ao leitor-Eleições
Fale conosco
Arquivo JJ
Todas as edições do JJ
Especial Artes
Arte - Brasil séc. XX
Galeria virtual
Seção Livre
Palavra aberta
HQ e charge
Poesia
Crônica
Participe da enquete
International
Presentation
Open section
Contact us
Acompanhe
Livros e CDs
Escola
Como participar
 
 

Os bastidores de sua viagem

 

Lucas Diegues do Nascimento
Bacharel em Turismo
- Centro Universitário Senac
São Paulo - capital

Ao falar sobre o período de férias, a maioria das pessoas pensa em viagens, conhecer novos lugares e fazer passeios diferenciados. Por isso, acredito que seja um momento propício para tratarmos sobre um dos profissionais que torna esses desejos possíveis: o turismólogo. Infelizmente, é comum confundir a pessoa que trabalha no setor com o turista, quem realmente desfruta dos prazeres locais. Na tentativa de esclarecer pontos importantes sobre uma das profissões emergentes no Brasil, mas ainda pouco explorada, seguem algumas respostas de dúvidas freqüentes.

Em que lugares um turismólogo pode trabalhar?

Em agências de turismo, hotéis, spas, cruzeiros e empresas de transporte aéreo e terrestre. Promoção de eventos e empreendimentos de lazer (parques temáticos, por exemplo) também são boas opções. Além disso, pode trabalhar de maneira autônoma como guia, consultor ou agente.

O que faz um turismólogo?

Em geral, é a pessoa que faz as viagens acontecerem. Ele é responsável pelo planejamento, organização, promoção e divulgação de viagens, eventos, atividades de lazer e de negócios. Administra a venda de passagens, reserva de hotéis, programação de passeios e excursões, organização de feiras e eventos, acompanhamento de grupos de visitantes, realização de atividades de recreação e criação de roteiros e pacotes.

Quais são áreas podem ser exploradas para o turismo?

A atividade pode ser segmentada como ecológica, histórica, cultural, arquitetônica, tecnológica, de aventura, de lazer, religiosa, GLS, gastronômica, de negócios e de saúde.

Como lidar com o preconceito que a profissão gera?

Muitos podem ser chamados de turistas, o que não pode ser motivo de desânimo. Para lidar com isso, é preciso sempre se dedicar aos estudos e procurar estar bem informado e por dentro de todos os assuntos referentes ao setor. Ser turismólogo é agradável, prazeroso e proporciona um retorno financeiro razoável, basta dedicação.

Espero ter esclarecido um pouco sobre essa profissão, que deve ser levada a sério como qualquer outra. Tenho certeza que essa carreira é promissora e estimulante, basta encará-la de maneira real e não fantasiosa.

FÉRIAS
 
 Copyright © 2005-2017 Jornal Jovem - Aqui você é o repórter. Todos os direitos reservados.