topo.php
Outubro de 2017 - Nº 22    ISSN 1982-7733
jovem38.php
Aqui você é o repórter
Dicas para escrever
Carta ao leitor-Eleições
Fale conosco
Arquivo JJ
Todas as edições do JJ
Especial Artes
Arte - Brasil séc. XX
Galeria virtual
Seção Livre
Palavra aberta
HQ e charge
Poesia
Crônica
Participe da enquete
International
Presentation
Open section
Contact us
Acompanhe
Livros e CDs
Escola
Como participar
 
 
"Leonardo da Vinci - A exibição de um gênio" na OCA/SP

Cie Brasil em parceria com a RYP Australia Major Projects e a Anthropos Foundation traz ao país maior e mais completa exposição já realizada no mundo sobre Leonardo da Vinci. Apresentada pelo Bradesco, a mostra reúne mais de 150 peças inspiradas no legado davinciano e contempla sua diversidade como pintor, filósofo, cientista, arquiteto, engenheiro, anatomista e inventor.

Até 2005 nenhum país de língua inglesa ou asiático havia sediado uma exposição desse porte e ainda não havia um planejamento para compilar o grande acervo num conjunto mais completo. Em maio de 2006, a Anthropos Foundation e a RYP Australia estabeleceram uma parceria para realizar este conceito, que originou a mostra atual.

 

Antes de chegar ao Brasil, partes deste acervo obtiveram expressivos números de visitação em Roma, na sede da Anthropos Foundation (mais de 600 mil visitantes no último verão europeu) e Moscou (500 mil visitantes durante os três meses em cartaz).

 

A mostra contempla a essência criativa de Leonardo da Vinci (1452-1519), em todas as facetas de seu legado. Dada a restrita quantidade de originais existentes e a rígida legislação que restringe a circulação destes, a proposta é buscar a autenticidade plena na reconstrução este universo, numa abordagem extremamente detalhada. Para tanto, todos os trabalhos foram concebidos em solo italiano, por um grupo de artesãos e especialistas europeus coordenados por Modesto Veccia, presidente da Anthropos Foundation e referência mundial na pesquisa sobre Da Vinci e Bruce Peterson, co-fundador e diretor-executivo da RYP Australia Major Projects.

Mecanismo de relógio a velocidade constante

   

Na montagem das máquinas foram utilizado materiais e técnicas do século XV, buscando um resultado semelhante ao que Da Vinci teria obtido à época. Vale ressaltar que metade delas sequer chegou a sair do papel - são conhecidos apenas os projetos e rascunhos originais, além de maquetes produzidas por outros pesquisadores.

 

Carro protegido para atacar fortificações

Obras de arte foram reproduzidas em tamanho original, assinadas pelos mais reconhecidos artistas da região de Florença, enquanto os códigos, estudos de Anatomia e os desenhos da Batalha de Anghiari ganham réplicas ampliadas para uma melhor visualização. Fundamentais na trajetória de Da Vinci, o "Homem Vitruviano", o princípio da Proporção Divina e a criação da "Última Ceia" são recriados em 3D, com recursos tecnológicos de última geração para proporcionar ao público uma experiência totalmente interativa.

A exposição está dividida em treze segmentos: "Estudos Anatômicos", "Arte da Guerra", "Máquinas Civis", "Códices", "O pai da aviação", "Máquinas Hidráulicas e Aquáticas", "Instrumentos Musicais e Ópticos", "Estudos sobre Física e Mecânica", "A arte da Renascença", "O Homem Vitruviano", "Desenhos da batalha de Anghiari", "Documentário" e "Vídeos em 2D e 3D sobre o Homem Vitruviano e a Última Ceia"

 

São 75 máquinas e reproduções em grande escala, demonstrando a habilidade com que Da Vinci relacionava os conceitos da mecânica ao funcionamento do corpo humano, como um conjunto verdadeiramente harmonizado.

Projeto de bicicleta

Volantes, sistemas de rolamentos de esferas e molas espirais dividem o espaço com maquetes e modelos em escala original para itens como a bicicleta, o elevador, escavadeira, perfurador, carro de auto-tração e pontes móveis. No segmento bélico, apresentam-se artefatos como catapulta, canhões e tanques, enquanto os projetos aquáticos mostram sua inventividade visionária, trazendo escafandros, equipamentos para respiração e até mesmo um submarino.

 

Entre as contribuições fundamentais para a conquista do espaço aéreo, que incluem o pára-quedas, o deltaplano, o estudo da asa e o anemômetro, está também a própria "máquina-voadora" - um helicóptero de 4m x 4,5m. Por outro lado, sua relação com a música - Da Vinci era conhecido por sua habilidade em tocar a lira e também por dirigir festivais e espetáculos em Milão - originou projetos e preciosidades como o piano portátil, o tambor e a flauta mecânicos.

 

Detalhados e precisos desenhos de Da Vinci formam o conteúdo de "Estudos Anatômicos" (40), disciplina que desenvolveu ao dissecar mais de trinta corpos - não só para captar a beleza das proporções, como também o fluxo de energia que emanava da figura em movimento.

 

"A Arte da Renascença" exibe reproduções de dez de suas mais famosas pinturas, como a "Mona Lisa" - a obra de arte mais visitada em todo o mundo - e "A Última Ceia". "Desenhos da Batalha de Anghiari" traz 14 ilustrações retratando homens que atuaram na vitoriosa ofensiva de Florença em 1440. "Códices" reúne cinco conjuntos de manuscritos e desenhos que registram diversas épocas da vida de Leonardo da Vinci e seus projetos, com notas, teorias e assuntos superpostos livremente entre as páginas: "Forster", "Madrid" (estes recentemente descobertos na Biblioteca Nacional daquela cidade, no ano de 1966), "Hammer" (atualmente de propriedade do empresário Bill Gates), "Windsor", "Arundel", "Atlanticus" e "Trivulziano".

 

Em formato 3D, apresentações em telas de plasma sobre o estudo da proporcão divina, em "O Homem Vitruviano" e, em 2D, o estudo em movimento para a criação da "Última Ceia" formam outro setor da exposição, que se completa com dois murais - uma linha do tempo chamada "A Vida e Realizações de Da Vinci" e outro com suas mais importantes citações - e um "Documentário" sobre sua trajetória.

 

Leonardo da Vinci (15/04/ 1452 - 02/05/1519) - um dos maiores inventores, artistas, cientistas e pensadores de todos os tempos. É considerado o maior gênio da história, devida a sua multiplicidade de talentos para ciências e artes, engenhosidade e criatividade, além de amplamente proclamado como um dos mais importantes pintores e escultores da Renascença. Seu QI foi estimado em cerca de 180, mas outras fontes chegaram a mencionar 220 - enquanto a média universal baseia-se em 120.

 

Nascido no pequeno vilarejo de Anchiano, próximo ao município toscano de Vinci, na Itália, Leonardo era filho ilegítimo do tabelião Piero e de Caterina, provavelmente uma camponesa ou, numa hipótese menos provável, uma escrava judia oriunda do Oriente Médio, comprada por Piero. Presume-se que ele não usou o nome do pai por causa do estado ilegítimo - e sim, o Vinci, com referência a sua terra natal.

 

Viveu em plena Renascença Italiana , nos séculos XV e XVI, sob influência de duas grandes personalidades da época - o estadista Lourenço de Médici e o artista  Andrea del Verrocchio. Em 1472, com vinte anos, já era membro do grêmio dos pintores florentinos.

 

Como pintor, é o autor da obra de arte mais visitada no mundo, a "Mona Lisa" - exposta no Museu do Louvre, em Paris - e de "A Última Ceia", exposta no Convento de Santa Maria delle Grazie, em Milão. Escultor ambicioso, também era conhecido como engenheiro e cientista, embora sua obra nestes campos tenha permanecida oculta por muitos séculos.

 

Hoje, sabe-se que é o "pai" do vôo humano, inventor do automóvel, do rolamento de esferas e dos sistemas diferenciais. Foi estrategista militar dos exércitos milanês e florentino, criando o tanque, a bala, e muitas pontes, com uma surpreendente inventividade de engenharia; elaborou a "cidade ideal", de ambiente equilibrado para livrar o mundo da peste; esboçou os mecanismos para construir um robô e um dos pioneiros da cartografia, anatomia e geologia.

 

Leonardo era fascinado pelo estudo da Natureza e a partir dos princípios naturais, obteve a base para suas criações. Dedicou-se também ao aprofundamento sobre a luz e a sombra, teorizou sobre efeitos criados por múltiplas fontes de luz sobre fisionomias e objetos. Foi, acima de tudo, um observador incansável. Ocupou sua mente na solução de uma vasta gama de problemas, criando planos e esquemas de invenções que, todavia acabaram levando séculos para serem produzidas.


Morreu em Cloux, França, e de acordo com o seu desejo, sessenta mendigos seguiram seu caixão. Leonardo da Vinci foi enterrado na Capela de São Hubert no Castelo de Amboise.

 

"LEONARDO DA VINCI - A EXIBIÇÃO DE UM GÊNIO"

Site oficial: www.exposicaoleonardodavinci.com.br

Local: OCA - Pq. do Ibirapuera, Portão 03 (Subsolo - Acesso p/ deficientes e Ar condicionado).

Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº.

Horários: de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 20h.

Classificação etária: Livre - menores de 12 anos acompanhados do responsável.

Preço: R$ 30 - inteira / R$ 15 - meia-entrada (De 0 a 2 anos - grátis e de 3 a 6 anos - meia entrada)

Agendamento de escolas: Diverte Cultural:(11) 3666-9990

atendimento@divertecultural.com.br

Apoio educacional: Fundação Bradesco

Telefones para informações: 6846-6000/ Venda a grupos: 6846-6166 / 6232

CONFIRA
ENTREVISTA
VISITE
 
 Copyright © 2005-2017 Jornal Jovem - Aqui você é o repórter. Todos os direitos reservados.